APSA - APSA

ASSOCIAÇÃO DE PROMOÇÃO SOCIAL DE ALHANDRA
tree of life
Ir para o conteúdo
1971

O seu começo não foi fácil!

A Associação de Promoção Social de Alhandra (APSA), ocupou em 1971 um velho edifício na Quinta da Várzea, desenvolv1971:

A APSA nasceu da vontade de um grupo de populares que pretendeu apoiar as crianças e famílias, que depois das grandes cheias de 1969, tiveram maiores dificuldades e enfrentaram a necessidade de trabalhar longe de casa. Assim, depois de conseguirem alugar uma casa para o efeito (uma cave) e da regularização da parte burocrática e legal, o espaço foi adaptado a Jardim de Infância abrindo no inicio de 1971, para cerca de 40 crianças.

1975 e 1977:

Foi alargada a oferta e foi possível abrir a Creche num outro edificio arrendado.
Ainda neste ano, por ocasião do 25 de Abril, a Direção da APSA em exercício e um grupo de pais, ocuparam um edifício desabitado  na Quinta da Várzea para onde foi transferido, em 1977, o Jardim de Infância, que ficou assim com uma capacidade para 75 crianças.

1978:

Nas anteriores instalações do Jardim de Infância passou a funcionar o ATL da Escusa.

1989:

Foi aberto o ATL da Marquesa.

1997:

A degradação e exiguidade das instalações da Creche e Jardim de Infância levaram a que se ambicionasse um novo edifício, construído de raiz para o efeito. Depois de um esforço conjunto entre a APSA, a CMVFX e o Ministério da Administração do Território, foi aprovado um projeto subsidiado pelo PIDDAC, nascendo assim o novo edifício para onde foram transferidos, em Outubro desse ano, o Jardim de Infância e Creche.
Nas antigas instalações da Creche passou a funcionar o Berçário, alargando a oferta a mais 13 vagas para crianças em idade de Creche.


2009:
•A APSA apostou na aquisição de monoblocos para que o ATL passasse a funcionar num único local, uma vez que até à data o mesmo funcionava em dois edifícios distintos: na Escusa e na Marquesa.
De referir que existem 5 monoblocos (4 são salas divididas por anos escolares, sendo que uma das salas (1ª) é o ginásio da Instituição onde decorrem as aulas de ginástica e de hip-hop). Todas as salas se encontram equipadas de material essencial ao funcionamento das actividades decorrentes desta valência.
•Aproveitando o espaço da Marquesa, que foi cedido pela CMVFX, através de Protocolo de Cedência de Espaço Municipal, e no sentido de responder ás necessidades das famílias das crianças que ingressaram no 2º ciclo, apostou-se no prolongamento do ATL com a criação do Centro de Estudos, tendo para tal adaptado as antigas instalações do ATL da Marquesa à forma de trabalhar por parte das crianças desta idade, equipando o espaço com todo o material inerente que permitisse o bom desenvolvimento das actividades lúdicas, pedagógicas e curriculares.

2010:
•Reconversão do espaço do edifício principal onde funcionava a secretaria, posto médico e gabinete da psicóloga no espaço para o Berçário, no sentido de torná-lo num espaço que permitisse o cumprimento das normas exigidas por lei para esta valência.
Todas as valências passaram a funcionar no Edifício Principal, com as instalações projectadas para proporcionar uma resposta de qualidade ao nível dos espaços, materiais e equipamentos.
•Construção de um novo edifício para funcionamento da secretaria encontrando-se o mesmo dividido nas seguintes áreas:
Serviço Administrativo-financeiro e atendimento;
Gabinete de Contabilidade / arquivo contabilístico mais recente;
Arquivo geral;
Sala de Direcção;
Sala Polivalente.
Voltar para o conteúdo